fbpx

Açaí e seus benefícios

A frutinha roxa,  que nasce em um cacho na palmeira chamada de açaizeiro (Euterpe oleracea mart), é uma das frutas brasileiras que se tornaram mais conhecidas e consumida nos últimos anos. Especialmente para as pessoas que frequentam academias de ginástica, praticam esportes ou cuidam da saúde e do bem-estar, de modo geral. Isto porque, a fruta é um grande energético natural!

Nativa das várzeas da região amazônica, o fruto é consumido pela população local desde sempre e de diversas formas, em várias receitas, inclusive salgadas, como acompanhando peixes, garantindo, além de energia, muitos outros benefícios à saúde. Desde que seu consumo se popularizou e o açaí passou a ser consumido no resto do país, a curiosidade sobre as propriedades dessa pequena fruta aumentou, principalmente porque outros países também passaram a consumir esse poderoso suplemento nutricional.

Rico em vitaminas E, B1, B2, B3 e C, fibras, cálcio, fósforo, ferro,  minerais e potássio, além de ácidos graxos, o açaí possui pigmentos que dão à fruta aquela cor roxa intensa e estes, possuem ingredientes que são antioxidantes e, de tão nutritivos, fazem dele um dos alimentos mais saudáveis que existem!

Por conta disso, ele é um poderoso combatente dos radicais livres, causadores de inúmeras doenças e envelhecimento precoce de todas as células!

Bons motivos para você consumi-lo

  • Ele possui alto teor de antocianinas, presentes em outros alimentos de cor roxa, como uvas, elas garantem uma melhor circulação sanguínea e protegem o organismo contra o acúmulo de placas de gordura, assim, garantem a saúde das veias e artérias, consequentemente, o sistema cardiovascular é beneficiado. Apenas para se ter uma ideia, um litro de açaí, contém 35 vezes mais antocianina do que um litro de vinho tinto!
  • As fibras da fruta facilitam o trânsito intestinal, evitando a prisão de ventre, o que garante, entre outros benefícios, uma melhor digestão dos alimentos, ajudando a evitar o acúmulo de gordura.
  • O açaí é rico em ácido oleico, uma gordura essencial que  protege contra o câncer de três maneiras: bloqueando os genes que causam a doença; atrasando o desenvolvimento de tumores e fazendo as células da doença se autodestruírem.Ainda possui ingredientes que mantem o cérebro alerta por mais tempo e evitam que ocorram danos que podem vir a evoluir para o temido Mal de Alzheimer.
  • Os ácidos graxos essenciais na sua composição, como o Ômega-6 e Ômega-9, além de outras propriedades, fazem do açaí um regulador eficiente dos níveis de colesterol, tanto o LDL (considerado ruim) quanto de HDL (bom colesterol), prevenindo coágulos ou outros danos cardiovasculares.
  • Os atletas são adeptos do açaí na dieta devido ao alto valor energético da fruta, que dá um pique incrível para as atividades físicas, além das vitaminas e do ferro, que previne anemia e fortalece os músculos.
  • O fruto possui alto teor de proteínas, que têm como uma de suas funções a formação de aminoácidos, o principal construtor muscular. As proteínas também contribuem para a produção de anticorpos (células de defesa do organismo), fortalecendo, assim, o sistema imunológico e aumentando a capacidade de combater infecções.
  • O cálcio presente na composição da fruta garante dentes e ossos fortes e previne a osteoporose e outros problemas ósseos.
  • O potássio do açaí, aliado à boa ingestão de água, evita as terríveis cãibras na prática esportiva.
  • Os nativos da região amazônica sempre tiveram o açaí como poderoso afrodisíaco, pesquisas confirmam esse poder da fruta, portanto, o prazer sexual também é beneficiado por ele!

Açaí engorda?

Apesar de todos os excelentes benefícios à saúde obtidos com essa fruta, é necessário algum cuidado com o modo como consumimos o açaí, pois, em 100 gramas da fruta in natura, ela possui 247 calorias, o que não é muito, não é verdade?  Metade da polpa da  fruta é composta por gorduras, mas são do tipo poli insaturadas, que protegem o sistema cardiovascular, especialmente o coração. Apesar disso, não deixa de ser “engordativa”! Por isso, o consumo deve ser moderado.

Compartilhe
Follow by Email
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram

Deixe uma Resposta

Your email address will not be published.Required fields are marked *

Facebook Instagram YouTube